Wesley Snipes sabe brincar

Pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco divulgaram este mês que descobriram que uma espécie de morcego – o Diphylla ecaudata, uma das únicas três espécies do mundo que têm sangue de animais em sua dieta – passou a se alimentar de sangue humano.

Wesley Snipes, ator norte-americano que interpretou nos cinemas o personagem Blade, um vampiro caçador de vampiros, aproveitou a notícia para fazer uma brincadeira em sua conta no Twitter:

wesleysnipes

“Pode vir”, disse Snipes, citando um link para uma matéria sobre os morcegos-vampiros brasileiros. Genial.

A imagem que melhor representa a atualidade

hillary-clinton-crowd-selfie-barbara_kinney
Crédito: Barbara Kinney / Hillary for America

Em um passado-não-muito-distante, a coisa mais legal do mundo era conseguir ver seu ídolo de perto, conseguir um autógrafo, uma palavra, um abraço. Que sonho!

Com a popularização das câmeras, aquelas ainda com filme, a coisa mais legal do mundo passou a ser conseguir tirar uma foto de seu ídolo, nem que fosse do topo da cabeça dele (olha, é o cabelo dele aqui no cantinho, juro!!), uma foto borrada que fosse (ele passou tão rápido, mas dá pra ver que é ele!!), desde que se conseguisse um registro do amado ídolo. E, quem sabe, melhor ainda!, conseguir uma foto COM ele – desde que alguém tirasse pra você, pois acertar o enquadramento e o foco com uma câmera analógica era meio loteria.

Pouco depois vieram as câmeras digitais portáteis e tudo ficou mais fácil. Sem muitos limites e com menos gastos, fotografar passou a ser banal. Então, todo mundo passou a prestar mais atenção no que se fotografa e se filma do que se importar em participar do momento em si – como é comum ver em shows, com aquele mar de celulares filmando (muito mal) tudo.

Agora, com os celulares e suas selfies, as pessoas fazem tudo isso ao mesmo tempo: chegam perto do ídolo, tiram várias fotos dele e outras com ele – sem se importar em realmente aproveitar o momento, tentar conversar com a pessoa, fazer uma pergunta, um elogio. Tudo tem e deve ser registrado. Mesmo que para isso você fique de costas para o seu ídolo.

UPDATE (28.9) – segundo porta-vozes da campanha de Hillary Clinton, ela mesma “sugeriu que todos poderiam fazer uma selfie grupal e posou para a multidão”. Segundo esta matéria, em um vídeo amador do encontro, pode-se ouvir a candidata dizendo “todos os que querem uma selfie, virem-se de costas agora”.

Ainda assim, vale a reflexão.

Turma da Mônica estreia em novos aplicativos

Apesar de alguns torcerem o nariz para a novidade – eu inclusa -, em 2008, veio a Turma da Mônica Jovem e o sucesso foi estrondoso. Aliás, continua sendo. Em 2009, veio a incrível MSP 50 e deu início às fabulosas Graphics MSP, que levaram a turminha a novo patamar, com centenas de artistas dando suas próprias versões para os personagens do Mauricio de Sousa.

Mais recentemente, em 2013, o pessoal dos Estúdios Mauricio de Sousa inventou a Turma da Mônica Toy, com desenhos cômicos curtos de 30 segundos, sem falas mas cheios de onomatopeias engraçadas, que podem ser vistos no canal oficial ou no novo aplicativo, gratuito, lançado em julho deste ano, tanto para sistema Android como para iOS (basta procurar por Mônica Toy na loja do seu celular).

turmadamonicatoy

Todos os episódios estão disponíveis no YouTube e no aplicativo gratuitamente, porém, a cada um ou dois episódios vistos no celular, você é obrigado a assistir a um comercial de games de 30 segundos por inteiro, até que possa assistir a outro desenho. Mas a plataforma é bem bonitinha, e ainda permite que você baixe posteres muito legais de Mônica Toy para o celular de graça.

E agora surgiu mais uma jogada da Turma da Mônica, anunciada esta semana: as revistinhas estão entrando para o time da Social Comics, uma plataforma de leitura de gibis online que funciona por meio de assinatura. Não conheço a ferramenta, que foi lançada recentemente, em 2015, mas o preço para assinantes é bastante acessível (R$19,90/mês), o conteúdo é bem variado (são diversos títulos de gibis, para todos os gostos e idades) e você ainda pode ler quanto aguentar por mês, sem limite, em qualquer plataforma. Por enquanto, somente a turminha clássica entrará para o Social Comics, com novas edições entrando para o sistema toda semana.

Com tantas novidades, fica óbvio que o pessoal da MSP está antenado em tudo o que surge de novo e interessante pelo mundo. E eu aposto – e ganho! – que ainda tem muito mais novidades vindo por aí.

Excelentes notícias contra o câncer

Três grandes notícias foram publicadas este mês falando sobre avanços em novas pesquisas no combate ao câncer.

Cientistas criam droga que ‘altera’ DNA e inibe evolução do câncer – estudo conduzido na Universidade de Brasília!

Cientistas usam veneno de abelha para combater câncer – pesquisa americana usa a nanotecnologia para levar veneno até células cancerosas e deixar as saudáveis intactas.

Novo exame de sangue consegue detectar bem antes retorno do câncer de mama – cientistas de organização britânica encontraram traços de câncer de mama em um grupo de mulheres oito meses antes do provável período em que ele normalmente seria detectado.

É como eu sempre digo: cientistas = <3.

O dia em que o Instagram perdeu a identidade

O Instagram Brasil anunciou que vai passar a permitir a publicação de fotos e vídeos em outros formatos que não o quadradinho.

“O formato quadrado tem sido e sempre será parte de nós. Apesar disso, a história visual que você está tentando contar deve estar sempre em primeiro lugar, e queremos tornar fácil e divertido para você compartilhar momentos da maneira que quiser”, publicou o Instagram Brasil em sua conta.

Pra mim, vai perder a graça. O legal de “brincar de Instagram” era o desafio de conseguir colocar num quadradinho aquilo que você queria mostrar, de transformar aquele momento numa bela foto polaroid, que iria para um mural universal de milhões de fotinhas polaroid, perfeitamente quadradinhas. A foto tinha que ser feita um pouco de longe para que, na hora de cortar, você conseguisse dar ênfase ao ponto principal sem perder o contexto da foto, sem estourar a qualidade e também sem ter que cortar elementos importantes da composição.

Mas agora o Instagram passa a ser mais um lugar onde você pode publicar as suas fotos. Quaisquer fotos. Em quaisquer formatos. E agora vai ficar tudo despadronizado e bagunçado e ruim e feio.

Não curti.