Mensagem de Natal do Stephen King

Stephen King, conhecido (por mim) como “meu monstrinho favorito”, acaba de postar uma mensagem de Natal em seu perfil oficial no Facebook.

skxmas

Numa tradução livre:

“Obrigado a todos que acessaram o site este ano. Eu agradeço a todos e espero que suas festas – seja lá quais você celebra – sejam boas. Mantenha sua família próxima e fique de olhos abertos para se certificar de que seja o Papai Noel, e não o Pennywise, descendo pela chaminé. 2017 parece um ano bom para os fãs das minhas coisas: versões em filme de A Torre Negra e A Coisa, e também uma série de TV de O Nevoeiro, pelo canal Spike. Meu filho Owen e eu escrevemos um livro foda chamado Sleeping Beauties, que será lançado em breve, e Hearts in Suspension, minhas memórias dos anos 60, já está disponível. Muito amor, pessoal. E muitos calafrios.”

Recomendo muito a leitura de A Coisa, livro que tive a sorte de ter comprado em 2004, quando a Planeta deAgostini lançou uma coleção de banca com 24 livros do “mestre do terror” por preços bem bons – se não me engano, era R$ 19,90 cada exemplar. Hoje, você encontra o livro num calhamaço de quase um quilo e meio da Suma de Letras pelo pelo preço médio de incríveis R$ 60.

O conto O Nevoeiro, que faz parte do (excelente!) livro Tripulação de Esqueletos – o único que não comprei da coleção de banca, já que tinha uma edição de outra editora – também é muito, muito bom. Corra atrás pra ler!

Aliás, se você nunca leu Stephen King, sugiro que comece pelos livros de contos, para ver se gosta do ritmo da leitura, já que os livros dele costumam ser longos e cheios de personagens – tanto que, às vezes, eu faço uma lista de nomes e quem-é-quem durante a leitura, pra não me perder.

Neste post, dou mais algumas dicas de leitura dos livros do King. Agora, é com você!

UPDATE (15h): Stephen King acaba de fazer mais uma postagem relacionada ao Natal no perfil do FB:

sk

Tradução livre:

“Se eu ouvir “Holly Jolly Christmas” ou “The Little Drummer Boy” mais uma vez, vou perder a cabeça.”

Eneacampeão Brasileiro!

putaqueoparmera

Foto do também palmeirense Ricardo Lombardi, do @desculpeapoeira.

Turma da Mônica estreia em novos aplicativos

Apesar de alguns torcerem o nariz para a novidade – eu inclusa -, em 2008, veio a Turma da Mônica Jovem e o sucesso foi estrondoso. Aliás, continua sendo. Em 2009, veio a incrível MSP 50 e deu início às fabulosas Graphics MSP, que levaram a turminha a novo patamar, com centenas de artistas dando suas próprias versões para os personagens do Mauricio de Sousa.

Mais recentemente, em 2013, o pessoal dos Estúdios Mauricio de Sousa inventou a Turma da Mônica Toy, com desenhos cômicos curtos de 30 segundos, sem falas mas cheios de onomatopeias engraçadas, que podem ser vistos no canal oficial ou no novo aplicativo, gratuito, lançado em julho deste ano, tanto para sistema Android como para iOS (basta procurar por Mônica Toy na loja do seu celular).

turmadamonicatoy

Todos os episódios estão disponíveis no YouTube e no aplicativo gratuitamente, porém, a cada um ou dois episódios vistos no celular, você é obrigado a assistir a um comercial de games de 30 segundos por inteiro, até que possa assistir a outro desenho. Mas a plataforma é bem bonitinha, e ainda permite que você baixe posteres muito legais de Mônica Toy para o celular de graça.

E agora surgiu mais uma jogada da Turma da Mônica, anunciada esta semana: as revistinhas estão entrando para o time da Social Comics, uma plataforma de leitura de gibis online que funciona por meio de assinatura. Não conheço a ferramenta, que foi lançada recentemente, em 2015, mas o preço para assinantes é bastante acessível (R$19,90/mês), o conteúdo é bem variado (são diversos títulos de gibis, para todos os gostos e idades) e você ainda pode ler quanto aguentar por mês, sem limite, em qualquer plataforma. Por enquanto, somente a turminha clássica entrará para o Social Comics, com novas edições entrando para o sistema toda semana.

Com tantas novidades, fica óbvio que o pessoal da MSP está antenado em tudo o que surge de novo e interessante pelo mundo. E eu aposto – e ganho! – que ainda tem muito mais novidades vindo por aí.

Viajar

“Minha explicação: é mais fácil fazer uma jornada que seja também uma jornada interior se você se descola dos destinos turísticos mais óbvios. Do contrário, fica muito fácil cair no automático e voltar para casa com muitas memórias de refeições insossas, filas quilométricas e tempo desperdiçado em lojas de departamento. Viagens são boas para marcar nossa individualidade.”

Trecho de texto de Carol Bensimon.

Laços – já estou emocionada. E ainda nem li

Sidney Gusman, idealizador e editor das novas graphic novels da Turma da Mônica, acaba de publicar uma página completa do livro que será lançado em poucos dias, Laços, dos irmãos mineiros Vitor e Lu Cafaggi.

A página mostra o momento em que o Cebolinha, ainda bebê e todo fofinho, ganhou o Floquinho, uma coisinha meio alienígena mas incrivelmente fofo.

TM_lacos_pagina_inteira

Nos dois quadrinhos do meio dá até para ver o movimento do Cebolinha bebê, dando passinhos exitantes, desconfiado com o montinho de pelos de dentro da caixa. Os desenhos exalam tanto sentimento, tanta sensibilidade… Os traços da Lu são incríveis!

Mal posso esperar para ler o livro. Laços sai no fim do mês!