Wesley Snipes sabe brincar

Pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco divulgaram este mês que descobriram que uma espécie de morcego – o Diphylla ecaudata, uma das únicas três espécies do mundo que têm sangue de animais em sua dieta – passou a se alimentar de sangue humano.

Wesley Snipes, ator norte-americano que interpretou nos cinemas o personagem Blade, um vampiro caçador de vampiros, aproveitou a notícia para fazer uma brincadeira em sua conta no Twitter:

wesleysnipes

“Pode vir”, disse Snipes, citando um link para uma matéria sobre os morcegos-vampiros brasileiros. Genial.

Assista a uma lesminha almoçando

Fiquei boba com este vídeo, assistindo-o em loop!

Preste atenção na textura do corpo da lesminha, em como os olhinhos e as anteninhas se mexem, no movimento da boca e veja até, que incrível!, a comida – que suspeito ser um cogumelo ou algo parecido – sendo engolido por ela e entrando em seu corpo semi-transparente. Interessante demais!

Via The Dodo Site.

Eu acordei / Tirei meu pijama…

O AdNews publicou uma matéria bem interessante sobre quais eram as propagandas que estavam na TV, jornais e revistas na última vez que o Palmeiras ganhou um brasileirão, lá em 1994 – quando eu, ainda criança, era fanática por futebol e infernizei muita gente comemorando o bicampeonato 93/94 do time.

As campanhas de então são lembradas até hoje, entre elas, o cachorrinho da Cofap (muita gente ainda chama os Dachshund de “cofapinho”) e a inesquecível Poupança Bamerindus. Mas uma das melhores é esta do vídeo abaixo, feito para a Honda, mostrando que aquela máxima é verdadeira: “menos é mais”.

Saudades das propagandas boas brasileiras…

AU?

aus

À esquerda, capa da Revista Au., que provavelmente não existe mais, já que tanto seu perfil quanto seu website estão desatualizados.

À direita, capa de outra “revista au”, a Revista aU, esta sobre arquitetura e urbanismo, ainda sendo publicada.

Au?

O íncrivel peixe-palhaço

A foto é impressionante e me pegou de surpresa. Parece mostrar um peixe enorme olhando curioso para centenas de olhinhos encapsulados.

Foto: David Doubilet/National Geographic
Foto: David Doubilet/National Geographic (clique para ver maior)

Mas a história é tao simples quanto fascinante: os peixes-palhaço machos da espécie Amphiprion frenatus costumam cuidar de seus ovos como um jardineiro cuida de suas plantas: pode parecer esquisito, mas eles separam os ovos com embriões mortos daqueles que contêm filhotes saudáveis. Sim, os olhinhos encapsulados são filhotes de peixe.

Detalhe dos ovos de peixe-palhaço
Detalhe dos ovos de peixe-palhaço

Além deste trabalho, esses peixes – da família do Nemo – ainda oxigenam os ovos com sua barbatana peitoral.

Natureza: nota 10.