Sobre livros paradidáticos

(…)

Isso me fez refletir sobre algo que já desconfiava há muito: os livros juvenis hoje são feitos para não provocarem polêmica, não desagradar a ninguém. Um tema mais espinhoso pode ser a razão pela qual os professores deixam de adotar a obra. Assim, evita-se conflitos, os personagens são todos padronizados, bonzinhos na maioria, como se a trama só existisse para passar uma lição, seja em favor da ecologia, seja contra o preconceito.

(…)

Trecho de excelente texto escrito por Gian Danton sobre o politicamente correto que afeta nossos livros. Ler por obrigação da escola já é horrível (digo isso por experiência própria) e ainda escolhem os títulos mais chochos para os alunos lerem. E eles leem, escrevem sobre e morre por aí: não há discussão de conteúdo. Com isso, para onde vai o estímulo à leitura? Para os porões empoeirados de sebos e bibliotecas públicas?

A educação é a base de um povo. E o Brasil está desmoronando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s