Eleições 2010 (1) – um mar de papéis a sujar as ruas

Uma das várias fotos que tirei no entorno da escola onde voto, a duas quadras da minha casa

Andando pelo que costumava ser uma calçada, ouço reclamações das mais diversas.

“Cuidado para não escorregar!”, “Que sujeira, se isso é coisa que se faça!”, “Precisa de tanto papel assim?”, “Eles sujam mesmo, a cidade não é deles…”, “Não são eles que vão limpar!”, “Dá vontade de juntar tudo e jogar na casa do candidato!” (tá, essa fui eu quem disse…).

Senhorinhas seguram-se em suas filhas com medo de escorregar no mar de papel molhado por causa da chuva da noite anterior e do chuvisco do dia; crianças tentam brincar com os papéis, mas são impedidas por seus pais; sem visão do perigo, carros batem os pneus nos buracos escondidos pela papelada; moradores tentam limpar a calçada em frente a suas casas, mas são vencidos pelo vento, que teima em devolver a sujeira. É apenas um pequeno retrato de um domingo de votação obrigatória.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s