Homenagem em montanha-russa no “MSP 50”

O tão comentado álbum especial em comemoração aos 50 anos de carreira do Mauricio de Sousa merece todo o falatório. Com altos e baixos, a publicação traz 46 histórias bem interessantes criadas por 50 desenhistas brasileiros (oito deles trabalharam em dupla).

Infelizmente, não entendo de quadrinhos para avaliar traços e roteiros, mas, como leitora inveterada de livros, entendo de histórias que emocionam.

Alguns dos quadrinhos do álbum MSP50 me pareceram bem fracos ou mesmo bobos (inclusive histórias de desenhistas tarimbados…), mas foi fácil montar meu Top 5: Erica Awano, Fábio Moon e Gabriel Bá, Fábio Yabu, Samuel Casal e Laerte. Cinco belíssimas histórias. A de Awano foi de arrepiar (e foi a que fez muita gente se emocionar [eu!], incluindo o próprio Mauricio de Sousa…), assim como a Turma do Penadinho revisitada pelos traços de Casal – com diferentes significados para o adjetivo “arrepiar”, mas ambos no sentido positivo…

Quatro histórias são bem fracas: as escritas por Rodrigo Rosa, Antônio Cedraz, Mascaro, e, acredite, Fernando Gonsales. Não achei a menor graça nelas. E duas me causaram um certo mal-estar: a de Lailson e a de José Aguiar. A primeira faz alusão a um tipo de “deus Mauricio”, que perpassa séculos, mas vê-lo desenhado numa nuvem me causou uma má impressão, assim como a Magali da segunda história, que come demais e estoura, vai pro céu e depois cai num cemitério – não passou de um pesadelo, mas mesmo assim, me pareceu de mau gosto.

E ainda um outro fato me chamou a atenção: onze desenhistas escolheram o Astronauta como protagonista de suas criações! Foram oito histórias com ele – três feitas em duplas -, o personagem que mais teve aparições “solo”, com o Louco em segundo lugar – sem contar aqui o quarteto da Turminha. Astronauta e Louco não são os personagens que as pessoas mais esperariam ver em destaque, mas foi uma boa surpresa.

Bem, goste ou não de quadrinhos, vale o investimento neste álbum, de excelente qualidade de impressão e conteúdo inestimável. E a boa notícia é que os editores do MSP50 encontraram tantos desenhistas talentosos, que novas edições virão por aí! Vida londa para Mauricio e sua Produção!

Anúncios

2 comentários em “Homenagem em montanha-russa no “MSP 50”

  1. Acabei de dar um exemplar da MSP 50 como presente de aniversário para meu sobrinho de 16 anos!
    Sabe aqueles presentes que vc tem vontade de falar: “Tô te dando, mas depois vc me empresta?” … rsrs.
    A Turma da Mônica marcou minha infância nos anos 80 e sou apaixonada pelos gibis até hoje!
    Parabens pela crítica, ficou 10!
    Abs, Giuliana.

    1. Poxa, Giuliana, que bom que você gostou! Ganhei o dia com o seu elogio! Espero que você volte mais vezes – e que seu sobrinho te empreste o MSP 50… hehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s