Lâmpada para fãs de CSI e True Blood

Foto: Chris Lobina/Rex Features

Esta é a Blood Lamp, ou Lâmpada de Sangue – uma luz que se acende com sangue – inventada pelo designer britânico Mike Thompson.

O usuário rompe a ponta do vidro no topo da lâmpada e dissolve um tablete na solução contida dentro do objeto. A ponta quebrada oferece a ferramenta perfeita para produzir a gota de sangue necessária para acender a lâmpada (porém, a coragem para fazer isso não vem junto com o produto).

O conceito utiliza o material químico luminol, que é comumente usado pela polícia forense para localizar vestígios de sangue nas cenas de crime. Normalmente claro, o luminol reage com o ferro encontrado na hemoglobina para produzir a luz azul.

O inventor da lâmpada não especifica quanto tempo a luz fica acesa (mas, a julgar pelos episódios de CSI, não deve passar de alguns poucos minutos) porém, ele adverte que ela pode ser acesa uma única vez.

Invenção recomendada somente para quem tem sangue quente.

UPDATE (3.12): assistindo ao vídeo que mostra como a Blood Lamp funciona, entende-se que a idea do designer não era inventar mais uma maluquice. O video traz a frase “E se a luz viesse com um custo para o indivíduo?”. O próprio Thompson explica em sua página no Vimeo que, ao criar uma lâmpada que só pode ser usada uma vez, o usuário deve considerar quando o uso da luz é mais necessária, forçando-o a repensar no quanto ele desperdiça energia e o quão preciosa ela é.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s