O Mundo Secreto das Coisas

A criatividade é um bichinho que não visita muitas pessoas, mas aquelas que ela escolhe morder são agraciadas com superpoderes cujos resultados, com sorte, são espalhados para o mundo ver.

É o caso de Sean Charmatz, um animador norte-americano que filma objetos e cenas do dia a dia e lhes dá vida para se tornarem vídeos hilários. Como este abaixo, um compilado de vários vídeos curtos que ele criou, simplesmente genial.

Siga Charmatz no Instagram, onde ele sempre posta videozinhos animados e imagens de objetos que ganham vida em suas mãos e mente inquieta.

sean_charmatz

Eu acordei / Tirei meu pijama…

O AdNews publicou uma matéria bem interessante sobre quais eram as propagandas que estavam na TV, jornais e revistas na última vez que o Palmeiras ganhou um brasileirão, lá em 1994 – quando eu, ainda criança, era fanática por futebol e infernizei muita gente comemorando o bicampeonato 93/94 do time.

As campanhas de então são lembradas até hoje, entre elas, o cachorrinho da Cofap (muita gente ainda chama os Dachshund de “cofapinho”) e a inesquecível Poupança Bamerindus. Mas uma das melhores é esta do vídeo abaixo, feito para a Honda, mostrando que aquela máxima é verdadeira: “menos é mais”.

Saudades das propagandas boas brasileiras…

Para quê serve uma borracha elétrica?

Não sou desenhista e há muito não utilizo um lápis para fazer anotações, mas estou aqui me perguntando para quê serve uma borracha elétrica.

borrachaeletrica

“A vibração do aparelho auxilia na hora de apagar com a borracha, (…) permitindo apagar as letras com mais rapidez.” Como assim??

O ser humano se tornou tão imbecil que não é mais capaz de mexer a mão para apagar uma palavra com borracha comum? Assim como a escova elétrica, que nos deu a glória de não precisarmos mais ter a árdua tarefa de fazer movimentos rápidos e contínuos para escovar os dentes, agora precisamos de uma borracha elétrica, que assim como a escova, funciona com pilhas (!!)?

Não seria mais fácil usar uma borracha comum, bem maior do que essas pontas super fininhas da borracha elétrica, que parecem que vão quebrar fácil como um grafite? Não seria mais prático, fácil, rápido e menos demente usar uma borracha comum?

Pior ainda são as recomendações de precaução:

borrachaeletrica2

“Não utilize para outros fins”?? Sério mesmo?

Onde vamos parar, humanidade?